Archive for the 'o fim' Category

Fim de jogo

É bem verdade que não caio na “desgrameira” de ser ácido e falar mal do mundo. Ao mesmo tempo, esse meu espaço não é bem humorado como eu gostaria que fosse. Devo ter uns três ou quatro leitores e, entre eles, há um pacto de não fazerem comentários, (só mandam e.mails). Até aí tudo bem (até porque v sabe do comentários porque recebeu um e.mail). A verdade é que hoje saí de casa muito rapidamente e conheci, um homem), mas uma pessoa que levou altos papos comigo…. Que entendeu na boa exatamente o que estava acontecendo e o porquê de eu estar fazendo isso ou aquilo, estar sentindo aquilo ou aquilo outro. Foi um longo papo… de 8 da noite até meia noite. Eu até poderia não valorizar tanto,  mas valorizo….principalmente num momento de adversidades.  Não convivo bem com apaniguados…. Então… o que acontece?   Como disse um grande – e incomprendido – estadista : “O tempo é senhor da razão”… Esse tempo vai passar, esse governo vai cair e não fará sucessores e as pessoas “da hora” vão cantar noutro terreiro. Sempre existe espaço para a propaganda do MST, das Farc e de tudo o que há de ignóbil na vida. Mas não quero desvirtuar a história… quero contar que, muitas vezes do nada, encontramos pessoas sérias, inteligentes, cultas, pessoas que nos dão prazer em conversar, que trocam informações e opiniões sérias, pessoas que a gente percebe, pela maneira, que não possuem nenhum exibicionismo,  Enfim, basta viver a vida porque ela é sábia e coloca em nosso caminho tanto os jekinhas quanto os sinceros. É só aprender a apostar no cavalo certo…

Anúncios

Mais propaganda?

Agora vem mais essa notícia: Lula vai destinar (já destinou) mais de 500 milhões para a propagando do governo. Alega que é para o Brasil “ter mais visibilidade lá fora”, mas está claro que é mentira. Essa propaganda destina-se aqui pra dentro mesmo, para as obras e “o que mais tem sido feito por Ele”, bem como para alavancar a popularidade de Dilma (candidata do PT às eleições de 2010). E, ao mesmo tempo, por desconfiar tanto da imprensa, o presidente não dá entrevistas coletivas, prática comum nos países democráticos. Aliás não dá entrevista e não se informa, não lê nem assiste noticiários ou debates… enfim…tudo o que se fala dele. Todos os governos destinam verbas para sua propaganda, mas Lula o faz por outros motivos, não como uma “prestação de contas” à sociedade, mas para influenciar essa mesma sociedade das coisas que ele NÃO FEZ (e olha que ele já criou uma televisão inteirinha para fazer propaganda dele!). Se é prática comum nos governos fazer-se dotações orçamentarias nesses valores não altos, isso eu não sei. O que chama a atenção é o Brasil por si só tão pobre, tão miserável, com tantas (inúmeras) necessidades – saúde, educação, segurança, saneamento básico, estradas, etc, etc.- usar esse dinheiro à la Goebbels para fazer crer aos humildes que estão vivendo um governo fantástico num país cada dia mais maravilhoso. É simplesmente repugnante.

A favor de Israel

Definitivamente eu não entendo essa comoção, essa “peninha” dos palestinos, pena que se espalha pelo mundo. Ora, se eles estão constantemente jogando foguetes destruidores contra Israel, o que se poderia esperar??? Óbvio que Israel deve responder com uma ataque dobrado, como esse de agora e não importa a morte de civis. Guerra é guerra! Os palestinos deveriam pensar nisso antes. Tenho dito.

A Longa Noite de Cristal ou O grande retorno

Cai uma chuva fina. Saio de casa na madrugada e caminho por ruelas. Um homem também caminha, a noite dos mortos-vivos, a noite dos rituais de passagem. Uma noite sem fim, infinita mesmo. A primeira noite infinita. Quando determinadas ações forem colocadas em prática acontecerá o momento místico, surreal, mágico e metafísico. Mas o momento custa igualmente uma eternidade a chegar. As ruas são, cada vez mais, tomadas pelo silêncio, pelo negror. E a chuva fina persiste como persiste o homem (agarrado a um volume) a caminhar. Seguimos juntos por algum tempo. Eventualmente ele troca de calçada, mas me é impossível perdê-lo de vista. Ele não quer desaparecer da minha visão.

Pessoas dormem no chão, alguns cobertos de papelão molhado e outros, nem isso. Não parecem mais se dar conta da chuva. Embora ninguém se acostume com a desgraça, essas pessoas são obrigadas a aceitá-la – talvez, dando muita sorte, com o alívio que uma pinga pode proporcionar. Nada mais. Passo por essa gente, esse resto de gente e penso na viabilidade de deus. Quem é o filho de deus? Eu ou essa multidão que rasteja?

Percebo o homem, do outra lado da calçada, caminhando vagarosamente como que me esperando ou aguardando que eu abandone o pensamento sobre os miseráveis. Sigo, então, em frente. Calço sandálias, meus pés estão molhados e esse homem andarilho igualmente calça sandálias. Sim, estou curioso, preciso saber o que é aquele volume que ele carrega com cuidado extremo. De repente, ele entra num beco e o perco de vista. Fico parado, olhando na escuridão molhada. Do beco vejo luzes, quase fogos de artifício. Percebo então uma luz extrema e compreendo que estou na grande noite eterna, noite das noites. Noite do fim absoluto.

GEAP – UM PERIGO À VISTA – PREVINA-SE

Transcrevo meu último e.mail à GEAP – PLANO DE SAÚDE:

Apesar dos meus inúmeros e.mails, inúmeras ligações solicitando suporte DIGNO para mim mãe com câncer pulmonar, contra todas as orientações de TODOS MÉDICOS da GEAP em relação à paciente Alair Nazareth Cantanheda (n° 657 942 1006 )  aconteceu o irreversível óbito da minha mãe em meio a um sofrimento indigno de qualquer ser humano, com dores lancinantes porque:
– A GEAP negou-se dar qualquer tipo de suporte em casa, não para salvar a vida da paciente, mas para proporcionar o óbvio, um falecimento sem sofrimento.
 
– Durante esse período, quando houveram pequenas crises, solicitei o serviço de emergência desse “plano de saúde” e os médicos que compareceram (CREIO QUE TERCEIRIZADOS), mostraram-se profissionais competentes e humanos. Vieram e prescreveram medicação adequada concordando TODOS com os pneumologistas e oncologistas que atenderam a paciente em consultório: MANTER A PACIENTE EM CASA, junto ao carinho da família cuidando sempre para que não houvesse dor.
 
– Por volta de 23, 25 h. do fatídico dia 17 de dezembro de 2008 novamente a emergência da GEAP foi chamada e a família e, principalmente, a paciente tiveram a profunda infelicidade, o profundo azar de ser atendida por uma equipe do DOUTOR ELY VELOSO – COM CRM N° 3209O76 – 0 – QUE, AO ENTRAR EM MINHA CASA, ME INFORMOU QUE ELE TINHA MUITA PRÁTICA COM A GEAP E QUE, DIFÍCILMENTE CONSEGUIRIA UMA INTERNAÇÃO NESSE HORÁRIO – SIM, PORQUE ATÉ PARA UM LEIGO ESTAVA CLARO QUE ESSA CRISE MERECIA INTERNAÇÃO ! O DOUTOR ELY VELOSO PROCEDEU AO EXAME DE ROTINA NA PACIENTE ME INFORMOU TEXTUALMENTE O SEGUINTE: “… SOMOS UM SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA, REMOVEMOS PACIENTES QUANDO EXISTEM SINAIS CLAROS DE EMERGÊNCIA E, NESSE CASO, A PACIENTE ENCONTRA-SE COM TODOS OS SINAIS VITAIS PRESERVADOS. NÃO HÁ EMERGÊNCIA. NÃO EXISTE EXPECTATIVA DE MORTE IMINENTE…”
 
– DURANTE TODO ESSE TEMPO A PACIENTE GEMIA, DELIRAVA, GEMIA DE UMA FORMA COMO EU NUNCA VI.
 
– EM SEGUIDA, O DOUTOR SENTOU-SE NUM  SOFÁ E A ENFERMEIRA SENTOU-SE AO LADO DELE E DORMIU TRANQÜILA.
 
– O DOUTOR “PARA COLABORAR COMIGO” PASSOU UM RÁDIO PARA A COORDENAÇÃO MÉDICA E SOLICITOU AVERIGUAREM SE HAVIA ALGUMA VAGA EM ALGUM HOSPITAL CONVENIADO.
 
– EU PEDI E INSISTI, QUASE IMPLOREI QUE ELE APLICASSE UMA MEDICAÇÃO NA PACIENTE (MINHA MÃE) NÃO PARA SALVAR SUA VIDA, MAS PARA AMENIZAR A DOR, PARA DAR DIGNIDADE AO DOENTE.
 
– ELE ME EXPLICOU QUE ERA UM DOUTOR MUITO EXPERIENTE E QUE A MEDICAÇÃO DE ROTINA DA MINHA MÃE ERA MAIS DO QUE SUFICIENTE. EU INSISTI INÚMERAS VEZES DIZENDO E MOSTRANDO COMO ELA GEMIA, COMO A MEDICAÇÃO ROTINEIRA NÃO ESTAVA FAZENDO EFEITO E ELE ME INFORMOU TEXTUALMENTE: “…ELA ESTÁ GEMENDO PORQUE ESTÁ HÁ ALGUM TEMPO NO LEITO… “
 
– EU EXPLIQUEI E REPETI QUE NÃO ERA FATO! QUE A DOR ERA DO CÂNCER NO PULMÃO! E QUE O ONCOLOGISTA E O PNEUMOLOGISTA (CREDENCIADOS DA GEAP E EXCELENTES MÉDICOS) – TODOS DE COMUM ACORDO – HAVIAM ME INFORMADO QUE POSSÍVELMENTE MINHA MÃE JÁ DEVIA TER METÁSTASES NOS OSSOS E NO CÉREBRO, QUE ERA IRREVERSÍVEL E IRRELEVANTE SABER SE SIM OU NÃO. IMPORTANTE ERA DAR CARINHO, ATENÇÃO, CONFORTO E, ACIMA DE TUDO, IMPEDIR SOFRIMENTO, DOR. MESMO CONDENADA UMA PACIENTE MERECE TER SOBREVIDA COM DIGNIDADE E IR AO ÓBITO COM DIGNIDADE!
 
– O DOUTOR ELY VELOSO ME REPETIU QUE ERA MUITO EXPERIENTE (REALMENTE É VELHO) E QUE ANTES, DEVERIA HAVER UMA INVESTIGAÇÃO COM EXAMES ESPECÍFICOS QUE COMPROVASSEM A METÁSTASE OU NÃO.
 
– DURANTE TODA A FARSA A ENFERMEIRA DORMITAVA NO SOFÁ É O EXPERIENTE DOUTOR ELY CONVERSOU COMIGO SOBRE SUA “LONGA EXPERIÊNCIA”…. QUE FAMÍLIAS NÃO “ENTENDEM” OS PROCEDIMENTOS MÉDICOS, QUE ELE (VEJAM QUE ABSURDO!) MESMO JÁ SOFREU UM ANO DE PROCESSO IMPETRADO PELO CRM…. MAIS…. QUE DE OUTRA FEITA, UM FAMILIAR, VENDO O TRATAMENTO QUE DISPENSAVA À PACIENTE AMEAÇOU MATÁ-LO….. AH, FAMÍLIAS E FAMILIARES….
 
– DURANTE TODO ESSE TEMPO EU O OUVI E ENTREMEEI COM O PEDIDO DE QUE ELE AMENIZASSE A DOR DA MINHA MÃE (UMA SIMPLES PACIENTE) E ELE INSISTIU QUE OS GEMIDOS ERAM NORMAIS NUM PACIENTE ACAMADO, QUE A DOR ERA POR “ESTAR NA CAMA”……. POR FIM, NÃO HAVENDO VAGA NOS HOSPITAIS DE “PLANO DE SAÚDE”, ELE ME DISSE QUE NÃO HAVIA MAIS NADA A SER FEITO, QUE OS SINAIS VITAIS ESTAVAM PRESERVADOS, QUE NÃO ERA UMA EMERGÊNCIA E QUE EU, NO DIA SEGUINTE PROCURASSE A GEAP PARA PROVIDÊNCIAS CABÍVEIS DE INTERNAÇÃO. E, SEM NADA FAZER, ABANDONOU A PACIENTE (MINHA MÃE) E SE FOI COM SUA SONOLENTA ENFERMEIRA. (NÃO DEVERIA TER FICADO ATÉ QUE UMA SOLUÇÃO FOSSE ENCONTRADA???? NÃO!!!!! NÃO HAVIA RISCO DE MORTE EMINENTE !!!!!
 
– VINTE MINUTOS DEPOIS A PACIENTE “QUE ESTAVA BEM, COM SINAIS VITAIS ABSOLUTAMENTE DENTRO DA NORMALIDADE”, ENTROU EM SOFRIMENTO.
POR SORTE O MÉDICO DA CENTRAL ME INFORMOU QUE SÓ TINHA O NOSSO DOUTOR ELY DE PLANTÃO. EU EXPLIQUEI A SITUAÇÃO E O DR. DIOGO DA CENTRAL COMEÇOU A BUSCAR E, POR FIM ENCONTROU, OUTRA AMBULÂNCIA. A PACIENTE EVOLUI PARA SOFRIMENTO, SOFRIMENTO EXTREMO, ESTERTORES, OLHOS ABERTOS E PARADOS E FOI NESSE SOFRIMENTO QUE A PACIENTE DO “PLANO” FALECEU. O DR. DIOGO DA CENTRAL QUE, ESTE SIM, É UM PROFISSIONAL DIGNO DESSE NOME FICOU NO TELEFONE COMIGO… ORIENTANDO MASSAGENS CARDÍACAS, ORIENTANDO GIRAR A CABEÇA DA PACIENTE (QUE COMEÇOU A COLOCAR SANGUE E DEPOIS MUITO SANGUE PELA BOCA). O DR. DIOGO ME MANTEVE ATENTO, AVISOU A GRAVIDADE DO CASO À AMBULÂNCIA E O MÉDICO VEIO RÁPIDO E CIENTE DA GRAVIDADE DO CASO, DESSA VEZ UM PROFISSIONAL!
 
ME AFASTOU, ENTROU NO CIRCUITO, FEZ AS MASSAGENS POSSÍVEIS, MAS JÁ  CHEGOU AQUI COM A PACIENTE MORTA. O DR DIOGO DA CENTRAL E ESSE SEGUNDO MÉDICO TIVERAM UM PROCEDIMENTO PROFISSIONAL, DIGNO, CORRETO, EFICIENTE E PROFUNDAMENTE HUMANOS.
 
– COMO É ÓBVIO JÁ ESTOU TOMANDO AS MEDIDAS LEGAIS EM RELAÇÃO À GEAP ENQUANTO PLANO E AO DOUTOR ELY EM PARTICULAR JUNTO AO CRM.
– COMO PROFISSIONAL DE MÍDIA, COMO CIDADÃO ULTRAJADO E VILIPENDIADO ESTOU TOMANDO AS MEDIDAS NECESSÁRIAS PARA A AMPLA DIVULGAÇÃO DESSES FATOS EM TODOS OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO PARA ALERTAR A POPULAÇÃO O QUE ACONTECE COM PROFISSIONAIS TERCEIRIZADOS COMO, CREIO, DEVA SER O CASO DO NOSSO ‘EXPERIENTE DOUTOR ELY VELOSO”
 
DEFINITIVAMENTE UMA LÁSTIMA QUE DEVEMOS, TODOS OS CIDADÃOS, LUTAR PARA EXTERMINAR DO CONVÍVIO DE TANTOS OUTROS BONS PROFISSIONAIS. GANHARÁ A POPULAÇÃO, O CRM E QUEM SABE OS “PLANOS DE SAÚDE”
 
 
GERALDO LUIS IGLESIAS
(FILHO DA PACIENTE)

TCHAU MÃE! OBRIGADO POR CUIDAR DE MIM

MINHA MÃE FALECEU NOS MEUS BRAÇOS ÀS QUATRO HORAS DA MADRUGADA DO DIA DEZOITO DE DEZEMBRO DE 2008.

EU SÓ POSSO AGRADECER A TODOS, TODOS OS AMIGOS – E QUANTOS E QUANTOS AMIGOS! – POR TODO O CARINHO E CONFORTO QUE ME PROPORCIONARAM.

MUITO, MUTÍSSIMO OBRIGADO

Os vermes e deus

Fico me perguntando qual o pior tipo de degeneração. A do corpo ou a da mente. Ou do espírito, de preferirmos. O apodrecimento das carnes em vida, esse processo lento e contínuo que faz as pessoas perderem todas as forças, não conseguirem mais manterem-se em pé, que acaba afetando também o raciocínio e a capacidade cognitiva. São em pequenos passos que os vermes se espalham, não exatamente matando como uma bala de revólver, mas como quem instila poucas gotas de um veneno diariamente. Pessoas que já não caminho, que perdem a cor, tirnam-se assustadoramente macilentas, olhos fundos que nos observam como quem diz que (já) sabe tudo. Da vida e da morte próxima. E, finalmente, a angústia da impotência. Da simplesmente impossibilidade  humana de interferir, de alterar, desviar o caminho de um simples verme! De como todas as técnicas, todo o avanço científico… de como tudo se reduz a nada! As religiões (sempre apaguaziguadoras) nos dizem da vida e da morte. Nos dizem da vida após a morte. Só não falam da impotência de deus sobre o apodrecimento em vida. Afinal, a inacreditável impossibilidade humana…


Ela…

Ela...

Trocas

e-mail



Mini blog



"A descoberta do Prozac criou um universo de eunucos felizes"

"É-nos impossível saber com segurança se Deus existe ou não existe. Por isso, só nos resta apostar. Se apostarmos que Deus não existe e ele existir, adeus vida eterna, Alô, danação! Se apostarmos que Deus existe e ele não existir, não faz a menor diferença, ficamos num zero a zero metafísico" Albert Camus

Visite:
wwwgeraldoiglesias.blogspot.com

""Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos."
Nelson Rodrigues

Tempo…

outubro 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031