Archive for the 'gente burra' Category

BBB, Ópera bufa, mas Ópera

É preciso cautela e discernimento para tratar de alguns assuntos. O “reality” BBB é um deles. Trata-se uma experiência com a interação e a curiosidade de uma população enorme em torno de um grupo que faz um jogo – que começa com esse grupo e, pela curiosidade alheia, se espraia de forma enlouquecida tornando um país inteiro participante desse jogo. A curiosidade em relação ao outro, uma curiosidade atávica e com forte teor psicológico porque deixa-se de olhar para si para olhar pessoas normais que participam de uma brincadeira por um prêmio, uma espécie de gincana…. Uma proposta impensável há trinta anos atrás.

Pode-se dizer que o jogo em si é tolo, que não possui nenhuma espécie de conteúdo (e nem era para ter), que não acrescenta nada a quem assiste (e por que julgar que a maioria é  “burra’?)

Mas não foi essa maioria burra que elegeu vereadores, deputados e presidente da república??? A população que rala, que sua em troca de tão pouco dinheiro, que não se encosta nos poderosos da hora, que paga os maiores impostos do mundo e não têm retorno algum do Estado não pode se distrair?

Agora os intelectualóides de orelha de livros, a turma que vive patrulhando o outro, vive criticando sem olhar seu próprio rabo vem dizer que o BBB é um absurdo?! Por quê? Ora, essa brincadeira com a curiosidade humana, essa interação com o desconhecido, essa torcida (por falar em torcida…. o que nos acrescenta intelectualmente assistir a um jogo de futebol?) O modelo do BBB é usado em todo o mundo, nos países mais adiantados, mais ricos, paises que nem têm “O CARA” como chefe do estado, etc, etc. Existe uma fricção antropológica reconhecida por quem realmente entende de meios de comunicação de massa, de mídias, de jogos, de psicologia… Mas são incapazes (falta de cognição?) de perceber. Enquanto a população se diverte, a máquina funciona, enquanto o dinheiro aparece, o Ibope aumenta e tudo o mais, as viúvas dessa cultura mentirosa, os incapazes de realizar (que fingem que não ter audiência é o máximo, que audiência é um cancro que tudo corrói ficam falando mal e toda essa ignara de crítica. Ufa! Saco!

Anúncios

Por qué non te callas? ou Vai Passar

Lula continua cometendo gafes, descortesias, proporcionando um show de asneiras terceiro-mundistas (como a história dos banqueiros de olhos azuis – (ao invés de calar-se – rs) porque ele, Lula, é povão, vem do povo, no que ele tem de pior, pior sentido. Esse mesmo povo retrógrado que elegeu essa opção de esquerdinha barata, tola, ultrapassada, parceirinhos do Chavez, propagandistas das Farc, do MST, de tudo o que é ilegal, o que é combatido no resto do mundo, PUM, PUNZINHO do mr-8… Essa gente que aparelhou o estado de uma forma quase stanilista…

Putz… Falta pouco para a festança de despedida… SIM!  Vai passar

O arcebispo está mais do que certo!

“Ora, ora, minha senhora! Faça-me o favor!” As pessoas fazem, fazem e quando chega a conta reclamam com olhares e frases angelicais sobre o que acontece que é reflexo de suas próprias ações.

A QUESTÃO do momento são as invasões do MST. Mas de onde vem esse MST? Do povo! Até muito pouco tempo atrás era chic ser um partidário do MST “em favor dos desfavorecidos”. Claro que o tal Stédile é um bandido de boa cepa e o José Rainha (seu braço direito) idem. A classe média vai e apóia esses bandoleiros e seus seguidores (lembrem-se de quantas vezes o Lula apareceu com boné do MST, de quanta propagando da turba ele fez antes de ser eleito). O que ocorre agora? Invasões generalizadas, assassinatos, desvios de enormes somas de dinheiro do governo (dinheiro meu e seu) para o MST. E o que se faz? Nada! Cadê o Exército??

O ARCEBISPO DOM JOSÉ RIBEIRO SOBRINHO está absolutamente certo de excomungar médicos, enfermeiros, maqueiros, a família da garota de 9 anos que, estuprada pelo padastro, engravidou de gêmeos e que fez aborto. Ora, pra quê tanto “espanto”, tanta “revolta” em relação à decisão do Arcebispo?? A igreja católica é mais uma seita que existe por aí. Enorme e milenar, é verdade, mas ainda assim, uma seita. O Brasil é o maior país católico do mundo! O povo… covardemente, apenas para dividir as agruras da vida com alguém, acredita em deus e sequer pensa na lógica filosófica do existencialismo e do ateísmo ( que são os únicos preceitos lógicos). Então, ao juntar-se a uma seita é preciso aceitar suas leis. O tal pastor que andou chutando a imagem de uma santa católica errou muito menos do que se diz, na medida em que, para sua seita, aquela imagem não representava nada. O arcebispo excomungou quem fez aborto porque ABORTO É CONTRA A LEI DA IGREJA! Então o que esse camarada fez? Aplicou a lei da sua igreja (que é mais do que conhecida por todos). E aí vira festa: todo mundo esculhamba, todo mundo entra se em crise, se choca, etc. Mas essas mesmas pessoas (de percepção cognitiva claudicante) sabem muito bem que a pedofilia é prática comum entre padres bem como homossexualismo, taras, etc etc etc. Alguém reconhece que esses homens não podem representar deus? Alguém aceita minimamente discutir sobre a viabilidade desse deus? Não! Então… não reclamem. O Arcebispo está certo!

O fim da critividade ou os judas do século XXI

Escrevo invariavelmente quando o dia está clareando não exatamente porque minha cabeça “esteja melhor” nesse momento, mas porque olho pela janela o mistério da escuridão que pouco a pouco vai consumindo o ritual do amanhecer. Um rito de passagem. fico me imaginando numa nave espacial observando como o sol vai iluminando outras partes da terra e como os terráqueos chamam o fenômeno óbvio de “passagem de mais um dia”. Essa observação é canhestra de nascença exatamente porque trás em si o paradigma da ancestralidade, porque é regra geral (portanto, ordinária) e serve de parâmetro para os tolos julgamentos que a ignara gosta tanto de exercitar.

Se eu decido dormir quando o sol nasce e acordo quando a noite se aproxima, recebo a alcunha X ou Y. Como se fosse algo diferente, como se meu trabalho não valesse tanto, meu caráter,  como se minha vida inteira estivesse à mercê de um pecado capital. Não se tocam essas pessoas “normais”, (na verdade de má índole, ferinas, mal amadas e, principalmente, não resolvidas em sua sexualidade). Porque são exatamente esses que se percebem como “guardiões das coisas” e do exercício do bem e do mal. Normalmente são seres extremamente agressivos que hoje exercem algum posto de comando (mesmo que irrisório e passageiro), da mesma forma de um capitão-do-mato, um feitor de cento e cinquenta anos atrás. A diferença é que esses “profissionais” de hoje não percebem o que estão fazendo e, muito menos, porque são escolhidos para funções burocráticas e idiotas. Basta lembrar dos judeus que exerciam a guarda nos guetos à serviço dos nazistas e contra seus irmãos.

Mas é evidente que os nazistas de hoje estão muito mais preocupados em exercitar castigos do que em conhecerem minimamente a História.

Não, não estou ácido nem amargo, muito pelo contrário estou em paz, tranquilo comigo mesmo, aguardando que Terra gire mais não sei quantas vezes até que não sobre pedra sobre pedra de tudo o que está estabelecido, contra toda a caretice meio patética que rola por aí. E não é difícil perceber onde estão os juquinhas das boquinhas (com o seu, o meu…). Basta atentar para os produtos que recebemos.

Fim de jogo

É bem verdade que não caio na “desgrameira” de ser ácido e falar mal do mundo. Ao mesmo tempo, esse meu espaço não é bem humorado como eu gostaria que fosse. Devo ter uns três ou quatro leitores e, entre eles, há um pacto de não fazerem comentários, (só mandam e.mails). Até aí tudo bem (até porque v sabe do comentários porque recebeu um e.mail). A verdade é que hoje saí de casa muito rapidamente e conheci, um homem), mas uma pessoa que levou altos papos comigo…. Que entendeu na boa exatamente o que estava acontecendo e o porquê de eu estar fazendo isso ou aquilo, estar sentindo aquilo ou aquilo outro. Foi um longo papo… de 8 da noite até meia noite. Eu até poderia não valorizar tanto,  mas valorizo….principalmente num momento de adversidades.  Não convivo bem com apaniguados…. Então… o que acontece?   Como disse um grande – e incomprendido – estadista : “O tempo é senhor da razão”… Esse tempo vai passar, esse governo vai cair e não fará sucessores e as pessoas “da hora” vão cantar noutro terreiro. Sempre existe espaço para a propaganda do MST, das Farc e de tudo o que há de ignóbil na vida. Mas não quero desvirtuar a história… quero contar que, muitas vezes do nada, encontramos pessoas sérias, inteligentes, cultas, pessoas que nos dão prazer em conversar, que trocam informações e opiniões sérias, pessoas que a gente percebe, pela maneira, que não possuem nenhum exibicionismo,  Enfim, basta viver a vida porque ela é sábia e coloca em nosso caminho tanto os jekinhas quanto os sinceros. É só aprender a apostar no cavalo certo…

A eterna patrulha dos idiotas on line

Eu não posso negar que fico completamente bestificado com uns poucos comentários que fazem por aqui e igualmente os muitos e.mails que me mandam. Às vezes dá uma vontade imensa de não dizer mais nada, não escrever mais nada ou, pelo menos, não de uma forma pública. Dia a dia, ano a ano eu vou me conscientizando que os leitores e autores de blogs seguem um padrão, uma regra, um paradigma. Existem os que escrevem críticas a tudo e todos, os que comentam literatura, os que são simpáticos e tornam-se “adoráveis para todos”, os que escrevem poesias, os que publicam fotos interessantes (ou não) e assim por diante. Mas existe sempre um padrão a ser seguido. Quando você escreve alguma coisa sua… uma opinião, um sentimento, uma certeza (ainda que errada), quando você publica qualquer coisa que não se encaixe no previsível, é um inferno. Primeiro as pessoas deixam de te ler. Em seguida te visitam muito esporadicamente para fazer críticas contundentes, para dizer que você está completamente errado, que você não sabe de nada, para te chamar de idiota, para dizer que sentem ‘muita pena’ de você e ainda assim, num rasgo magnânimo, desejar “Boa sorte”.

São as patrulhas que se espraiam por aqui. Você tem que escrever coisas “permitidas”… coisas “possíveis”. Você pode xingar a mãe de quem quiser, você pode perseguir artistas e políticos, pode se pavonear… Existe um universo que é permitido. Dentro desse universo você pode escolher seus temas prediletos e ir em frente que será sempre bem aceito. Agora não ouse falar do desconhecido, falar coisas íntimas levando-as à sério, nem “ser petulante” em afirmar coisas que não sejam convencionais porque aí, meu caro…. aí esse universo meio babaca que dão o nome ainda mais babaca de blogosfera vai te crucificar, vai te disser tudo o que se diria a um cão sarnento se ele entendesse (aliás, acreditam que esses cães entendam mais do que você).

É só isso: se você tem ou pretende ter um blog conheça bem as regras estabelecidas e escreva somente pelo que é aceito, estabelecido. Não tente explicar uma particularidade… diferente, uma discordância fora dos padrões.

A maioria dos autores de blogs são patrulheiros de uma sociedade em rede que pretendem regrada, justa, seguidora de todos os dogmas que trazem dos berços – pouco importando se aqui deveria ser um território livre ou não para exposição de opiniões. Bah! (dedo na garganta)

Calma, minha jovem K. não é uma imitação do seu….é uma imitação BARATA do seu.

GEAP – UM PERIGO À VISTA – PREVINA-SE

Transcrevo meu último e.mail à GEAP – PLANO DE SAÚDE:

Apesar dos meus inúmeros e.mails, inúmeras ligações solicitando suporte DIGNO para mim mãe com câncer pulmonar, contra todas as orientações de TODOS MÉDICOS da GEAP em relação à paciente Alair Nazareth Cantanheda (n° 657 942 1006 )  aconteceu o irreversível óbito da minha mãe em meio a um sofrimento indigno de qualquer ser humano, com dores lancinantes porque:
– A GEAP negou-se dar qualquer tipo de suporte em casa, não para salvar a vida da paciente, mas para proporcionar o óbvio, um falecimento sem sofrimento.
 
– Durante esse período, quando houveram pequenas crises, solicitei o serviço de emergência desse “plano de saúde” e os médicos que compareceram (CREIO QUE TERCEIRIZADOS), mostraram-se profissionais competentes e humanos. Vieram e prescreveram medicação adequada concordando TODOS com os pneumologistas e oncologistas que atenderam a paciente em consultório: MANTER A PACIENTE EM CASA, junto ao carinho da família cuidando sempre para que não houvesse dor.
 
– Por volta de 23, 25 h. do fatídico dia 17 de dezembro de 2008 novamente a emergência da GEAP foi chamada e a família e, principalmente, a paciente tiveram a profunda infelicidade, o profundo azar de ser atendida por uma equipe do DOUTOR ELY VELOSO – COM CRM N° 3209O76 – 0 – QUE, AO ENTRAR EM MINHA CASA, ME INFORMOU QUE ELE TINHA MUITA PRÁTICA COM A GEAP E QUE, DIFÍCILMENTE CONSEGUIRIA UMA INTERNAÇÃO NESSE HORÁRIO – SIM, PORQUE ATÉ PARA UM LEIGO ESTAVA CLARO QUE ESSA CRISE MERECIA INTERNAÇÃO ! O DOUTOR ELY VELOSO PROCEDEU AO EXAME DE ROTINA NA PACIENTE ME INFORMOU TEXTUALMENTE O SEGUINTE: “… SOMOS UM SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA, REMOVEMOS PACIENTES QUANDO EXISTEM SINAIS CLAROS DE EMERGÊNCIA E, NESSE CASO, A PACIENTE ENCONTRA-SE COM TODOS OS SINAIS VITAIS PRESERVADOS. NÃO HÁ EMERGÊNCIA. NÃO EXISTE EXPECTATIVA DE MORTE IMINENTE…”
 
– DURANTE TODO ESSE TEMPO A PACIENTE GEMIA, DELIRAVA, GEMIA DE UMA FORMA COMO EU NUNCA VI.
 
– EM SEGUIDA, O DOUTOR SENTOU-SE NUM  SOFÁ E A ENFERMEIRA SENTOU-SE AO LADO DELE E DORMIU TRANQÜILA.
 
– O DOUTOR “PARA COLABORAR COMIGO” PASSOU UM RÁDIO PARA A COORDENAÇÃO MÉDICA E SOLICITOU AVERIGUAREM SE HAVIA ALGUMA VAGA EM ALGUM HOSPITAL CONVENIADO.
 
– EU PEDI E INSISTI, QUASE IMPLOREI QUE ELE APLICASSE UMA MEDICAÇÃO NA PACIENTE (MINHA MÃE) NÃO PARA SALVAR SUA VIDA, MAS PARA AMENIZAR A DOR, PARA DAR DIGNIDADE AO DOENTE.
 
– ELE ME EXPLICOU QUE ERA UM DOUTOR MUITO EXPERIENTE E QUE A MEDICAÇÃO DE ROTINA DA MINHA MÃE ERA MAIS DO QUE SUFICIENTE. EU INSISTI INÚMERAS VEZES DIZENDO E MOSTRANDO COMO ELA GEMIA, COMO A MEDICAÇÃO ROTINEIRA NÃO ESTAVA FAZENDO EFEITO E ELE ME INFORMOU TEXTUALMENTE: “…ELA ESTÁ GEMENDO PORQUE ESTÁ HÁ ALGUM TEMPO NO LEITO… “
 
– EU EXPLIQUEI E REPETI QUE NÃO ERA FATO! QUE A DOR ERA DO CÂNCER NO PULMÃO! E QUE O ONCOLOGISTA E O PNEUMOLOGISTA (CREDENCIADOS DA GEAP E EXCELENTES MÉDICOS) – TODOS DE COMUM ACORDO – HAVIAM ME INFORMADO QUE POSSÍVELMENTE MINHA MÃE JÁ DEVIA TER METÁSTASES NOS OSSOS E NO CÉREBRO, QUE ERA IRREVERSÍVEL E IRRELEVANTE SABER SE SIM OU NÃO. IMPORTANTE ERA DAR CARINHO, ATENÇÃO, CONFORTO E, ACIMA DE TUDO, IMPEDIR SOFRIMENTO, DOR. MESMO CONDENADA UMA PACIENTE MERECE TER SOBREVIDA COM DIGNIDADE E IR AO ÓBITO COM DIGNIDADE!
 
– O DOUTOR ELY VELOSO ME REPETIU QUE ERA MUITO EXPERIENTE (REALMENTE É VELHO) E QUE ANTES, DEVERIA HAVER UMA INVESTIGAÇÃO COM EXAMES ESPECÍFICOS QUE COMPROVASSEM A METÁSTASE OU NÃO.
 
– DURANTE TODA A FARSA A ENFERMEIRA DORMITAVA NO SOFÁ É O EXPERIENTE DOUTOR ELY CONVERSOU COMIGO SOBRE SUA “LONGA EXPERIÊNCIA”…. QUE FAMÍLIAS NÃO “ENTENDEM” OS PROCEDIMENTOS MÉDICOS, QUE ELE (VEJAM QUE ABSURDO!) MESMO JÁ SOFREU UM ANO DE PROCESSO IMPETRADO PELO CRM…. MAIS…. QUE DE OUTRA FEITA, UM FAMILIAR, VENDO O TRATAMENTO QUE DISPENSAVA À PACIENTE AMEAÇOU MATÁ-LO….. AH, FAMÍLIAS E FAMILIARES….
 
– DURANTE TODO ESSE TEMPO EU O OUVI E ENTREMEEI COM O PEDIDO DE QUE ELE AMENIZASSE A DOR DA MINHA MÃE (UMA SIMPLES PACIENTE) E ELE INSISTIU QUE OS GEMIDOS ERAM NORMAIS NUM PACIENTE ACAMADO, QUE A DOR ERA POR “ESTAR NA CAMA”……. POR FIM, NÃO HAVENDO VAGA NOS HOSPITAIS DE “PLANO DE SAÚDE”, ELE ME DISSE QUE NÃO HAVIA MAIS NADA A SER FEITO, QUE OS SINAIS VITAIS ESTAVAM PRESERVADOS, QUE NÃO ERA UMA EMERGÊNCIA E QUE EU, NO DIA SEGUINTE PROCURASSE A GEAP PARA PROVIDÊNCIAS CABÍVEIS DE INTERNAÇÃO. E, SEM NADA FAZER, ABANDONOU A PACIENTE (MINHA MÃE) E SE FOI COM SUA SONOLENTA ENFERMEIRA. (NÃO DEVERIA TER FICADO ATÉ QUE UMA SOLUÇÃO FOSSE ENCONTRADA???? NÃO!!!!! NÃO HAVIA RISCO DE MORTE EMINENTE !!!!!
 
– VINTE MINUTOS DEPOIS A PACIENTE “QUE ESTAVA BEM, COM SINAIS VITAIS ABSOLUTAMENTE DENTRO DA NORMALIDADE”, ENTROU EM SOFRIMENTO.
POR SORTE O MÉDICO DA CENTRAL ME INFORMOU QUE SÓ TINHA O NOSSO DOUTOR ELY DE PLANTÃO. EU EXPLIQUEI A SITUAÇÃO E O DR. DIOGO DA CENTRAL COMEÇOU A BUSCAR E, POR FIM ENCONTROU, OUTRA AMBULÂNCIA. A PACIENTE EVOLUI PARA SOFRIMENTO, SOFRIMENTO EXTREMO, ESTERTORES, OLHOS ABERTOS E PARADOS E FOI NESSE SOFRIMENTO QUE A PACIENTE DO “PLANO” FALECEU. O DR. DIOGO DA CENTRAL QUE, ESTE SIM, É UM PROFISSIONAL DIGNO DESSE NOME FICOU NO TELEFONE COMIGO… ORIENTANDO MASSAGENS CARDÍACAS, ORIENTANDO GIRAR A CABEÇA DA PACIENTE (QUE COMEÇOU A COLOCAR SANGUE E DEPOIS MUITO SANGUE PELA BOCA). O DR. DIOGO ME MANTEVE ATENTO, AVISOU A GRAVIDADE DO CASO À AMBULÂNCIA E O MÉDICO VEIO RÁPIDO E CIENTE DA GRAVIDADE DO CASO, DESSA VEZ UM PROFISSIONAL!
 
ME AFASTOU, ENTROU NO CIRCUITO, FEZ AS MASSAGENS POSSÍVEIS, MAS JÁ  CHEGOU AQUI COM A PACIENTE MORTA. O DR DIOGO DA CENTRAL E ESSE SEGUNDO MÉDICO TIVERAM UM PROCEDIMENTO PROFISSIONAL, DIGNO, CORRETO, EFICIENTE E PROFUNDAMENTE HUMANOS.
 
– COMO É ÓBVIO JÁ ESTOU TOMANDO AS MEDIDAS LEGAIS EM RELAÇÃO À GEAP ENQUANTO PLANO E AO DOUTOR ELY EM PARTICULAR JUNTO AO CRM.
– COMO PROFISSIONAL DE MÍDIA, COMO CIDADÃO ULTRAJADO E VILIPENDIADO ESTOU TOMANDO AS MEDIDAS NECESSÁRIAS PARA A AMPLA DIVULGAÇÃO DESSES FATOS EM TODOS OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO PARA ALERTAR A POPULAÇÃO O QUE ACONTECE COM PROFISSIONAIS TERCEIRIZADOS COMO, CREIO, DEVA SER O CASO DO NOSSO ‘EXPERIENTE DOUTOR ELY VELOSO”
 
DEFINITIVAMENTE UMA LÁSTIMA QUE DEVEMOS, TODOS OS CIDADÃOS, LUTAR PARA EXTERMINAR DO CONVÍVIO DE TANTOS OUTROS BONS PROFISSIONAIS. GANHARÁ A POPULAÇÃO, O CRM E QUEM SABE OS “PLANOS DE SAÚDE”
 
 
GERALDO LUIS IGLESIAS
(FILHO DA PACIENTE)

Ela…

Ela...

Trocas

e-mail



Mini blog



"A descoberta do Prozac criou um universo de eunucos felizes"

"É-nos impossível saber com segurança se Deus existe ou não existe. Por isso, só nos resta apostar. Se apostarmos que Deus não existe e ele existir, adeus vida eterna, Alô, danação! Se apostarmos que Deus existe e ele não existir, não faz a menor diferença, ficamos num zero a zero metafísico" Albert Camus

Visite:
wwwgeraldoiglesias.blogspot.com

""Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos."
Nelson Rodrigues

Tempo…

outubro 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031