Srta. K. ou Doce Kastor

Não sei realmente porque falei de Updike com você. Claro que tive um motivo na hora, mas realmente esqueci (e do que eu me lembro na vida?). Acuso o recebimento da nota de falecimento da Mara. Uma pena, eu também gostava muito dela. Tanto bandido ruim pra morrer por aí… Mas não existe mesmo controle sobre mortes ou nascimentos e muito menos ‘acontecimentos’. Por isso insisto sempre em ir além do Filósodo quando diz que “Deus morreu”. Não, ele nunca existiu. Mas não quero esse papo existencial. Não hoje.

Não estou trabalhando tanto como você, K.  – Assustadoramente há na minha frente um volume (um tijolo) de Dickens – A Casa Soturna -Meu momento é de projetos futuros e uma certa forma de repensar e reconstruir como sempre. Enfim, não foi uma carta agora (te mando um e.mail depois).

Beijos

G.

Anúncios

0 Responses to “Srta. K. ou Doce Kastor”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ela…

Ela...

Trocas

e-mail



Mini blog



"A descoberta do Prozac criou um universo de eunucos felizes"

"É-nos impossível saber com segurança se Deus existe ou não existe. Por isso, só nos resta apostar. Se apostarmos que Deus não existe e ele existir, adeus vida eterna, Alô, danação! Se apostarmos que Deus existe e ele não existir, não faz a menor diferença, ficamos num zero a zero metafísico" Albert Camus

Visite:
wwwgeraldoiglesias.blogspot.com

""Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos."
Nelson Rodrigues

Do que se gosta?

  • Nenhum

Tempo…

fevereiro 2010
S T Q Q S S D
« jan   mar »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

%d blogueiros gostam disto: