do front

Olhando por determinado prisma (sim, esférico) reconheço que 2009 foi para mim um “ano Não”. Desses anos que não deviam existir assim como não existem décimos terceiros andares em alguns prédios americanos. Foi tudo muito confuso e creio que cansarei vocês com um número mínimo de posts suficientes para explicar tudo. Assim, proponho uma anistia. Nem me perguntam nem eu conto nada sobre 2009. Na verdade não há nada de muito errado, nada escatológico, nada digno de nota. Como disse: “UM ANO NÃO”.

Estou em dívida com a minha eterna musa, a Kastor, com O Pior Homem do Mundo e outros poucos sobreviventes que ainda vêm aqui. E a verdade é que têm encontrado somente escombros. Em 2009 eu não escrevi e nem li uma única linha. Brabeira. Na verdade estive preso do outro lado do espelho (sem lamentações). Como a pane foi relativamente grave tive que me reconstruir em grande parte e em lugares sensíveis. Mas consegui. Consegui sorrir de mim mesmo, consegui perceber melhor ainda o nascer do sol… Continuo uma pilha inenarrável de dúvidas. Continuo sem saber como estão totalmente as coisas,  muito menos como será amanhã. Mas admito o amanhã. Os atores que tentaram me dar uma rasteira foram todos devidamente defenestrados, detonados, o que me deu enorme alegria. Mas nada de vinganças pueris. Eles chegaram ao fim e eu renasci. Em breve mando notícias do front.

Anúncios

1 Response to “do front”


  1. 1 sandra 18/01/2010 às 9:35

    Que bom q vc esta de volta!!!!é deprimente abrir ese site e não te sentir…
    bjusssssssssss


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ela…

Ela...

Trocas

e-mail



Mini blog



"A descoberta do Prozac criou um universo de eunucos felizes"

"É-nos impossível saber com segurança se Deus existe ou não existe. Por isso, só nos resta apostar. Se apostarmos que Deus não existe e ele existir, adeus vida eterna, Alô, danação! Se apostarmos que Deus existe e ele não existir, não faz a menor diferença, ficamos num zero a zero metafísico" Albert Camus

Visite:
wwwgeraldoiglesias.blogspot.com

""Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos."
Nelson Rodrigues

Do que se gosta?

  • Nenhum

Tempo…

janeiro 2010
S T Q Q S S D
« nov   fev »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

%d blogueiros gostam disto: