Tanto mar

Acabo de receber um presentão do nosso Mr. Almost. Fiquei pensando se deveria contar o que havia dentro da sacola que atravessou o oceano em minha direção… Sim ou não? Perdi alguns segundos pensando, mas me convenci de que realmente o NÃO era a resposta correta. Não vou contar até porque as pessoas que me conhecem minimamente saberão, com certeza, advinhar. O habitante do priorado não é então o pior Homem do Mundo. Por outra: pode ser, dependendo de quem o vê bem como do ângulo que o percebe. Dirão os incautos, os de cognição ralentada que esse “elogio” ocorre pelo presente recebido. Nada mais falso. O que aconteceu de fato é que demorei a entender (ou aceitar) esse amigo que a  “tanto mar” está distante. Ou seja: foi um problema meu que ele soube ‘utilizar’ (rsrs) muito bem, tratando de me irritar bastante. Já de muito tempo nos correspondemos e eu passei a admirá-lo muito. E agora, surpreso, absolutamente surpreso, recebo essa gentileza. O resto, meus caros, é o RESTO


Homenagem ao Homem do Priorado

Anúncios

2 Responses to “Tanto mar”


  1. 1 Mr. Almost 04/05/2009 às 20:44

    Geraldo:

    Obrigado pela inesperada homenagem que muito dignifica o Priorado, um verdadeiro contributo para que outros olhares e outras perspectivas possam nascer e crescer. Gracias!

    Abraços de todos!

    (Mr. Pain, Mr. Almost e O Pior Homem do Mundo.)


  1. 1 Era Uma Vez Um Amigo Assim Amigo de ser Amigo… « Once Upon a Time… Trackback em 04/05/2009 às 18:57

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ela…

Ela...

Trocas

e-mail



Mini blog



"A descoberta do Prozac criou um universo de eunucos felizes"

"É-nos impossível saber com segurança se Deus existe ou não existe. Por isso, só nos resta apostar. Se apostarmos que Deus não existe e ele existir, adeus vida eterna, Alô, danação! Se apostarmos que Deus existe e ele não existir, não faz a menor diferença, ficamos num zero a zero metafísico" Albert Camus

Visite:
wwwgeraldoiglesias.blogspot.com

""Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos."
Nelson Rodrigues

Do que se gosta?

  • Nenhum

Tempo…

maio 2009
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

%d blogueiros gostam disto: