Conversa fiada

Dia desses me perguntaram se eu tinha hábitos diurnos ou noturnos. Não consegui responder. Como vou saber uma coisa dessas. Existem momentos noturnos e períodos diurnos. Se eu for a um cinema, por exemplo, prefiro a tarde do que a noite. Se for brindar alguma coisa com amigos, prefiro a noite. Para escrever e ler, prefiro a manhã. Enfim, não sei mesmo se sou da noite ou do dia, mas acho que sou muito mais “diurno”. Durante o dia as coisas me parecem mais palpáveis – não exactamente pela iluminação do sol, mas por questões mais  ou menos psicológicas (essas “coisas psicológicas” são tactéis, não se iludam).

Tudo se desintegra no ar, todas as coisas são tão efêmeras que estão contidas, encapsuladas no “ACIDENTE VIDA”. Se aconteceu com você, quem ri por último é o espermatozóide que perdeu a corrida.

Durante a conversa (tolinha, reconheço) falei que durmo de dia e durmo pouco à noite. à noite também como mais, fumo muito mais, faço quase tudo demais!

Porque ser vivo é tornar-se imediatamente Sísifo para a eternidade. A diferença com o passar desse tal tempo é que as pedras vão tornando-se mais e mais pesadas.

E, como não poderia faltar, ele me pergunta sobre o suicídio. Qualquer conversa um pouquinho diferente termina sempre no bendito suicídio.  Ele me pergunta se eu tenho vontade de me suicidar. CLARO QUE NÃO! O suicídio é um cartucho final numa guerra onde todas as batalhas foram perdidas. Me despeço desse conhecido e vou para casa ler “Figuras e Coisas do Carnaval Carioca” dessa pessoa deliciosa que foi Jota Efegê.

Anúncios

0 Responses to “Conversa fiada”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ela…

Ela...

Trocas

e-mail



Mini blog



"A descoberta do Prozac criou um universo de eunucos felizes"

"É-nos impossível saber com segurança se Deus existe ou não existe. Por isso, só nos resta apostar. Se apostarmos que Deus não existe e ele existir, adeus vida eterna, Alô, danação! Se apostarmos que Deus existe e ele não existir, não faz a menor diferença, ficamos num zero a zero metafísico" Albert Camus

Visite:
wwwgeraldoiglesias.blogspot.com

""Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos."
Nelson Rodrigues

Do que se gosta?

  • Nenhum

Tempo…

fevereiro 2009
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

%d blogueiros gostam disto: