Vendo o sol raiar

Não tenho escrito, não é? Os motivos? Uma série. Em determinados momentos a gente deve se calar, amansar e olhar muito atentamente para o nosso interior. Algo como colocar um espelho em frente ao espírito. Gosto de ter olhares meus diferenciados sobre mim mesmo (até para não me abater com a visão dos outros). As leituras também estão em suspenso como a escrita. Todos deveríamos ter mais momentos de reflexão, de avaliação de tudo, de todos, todas as situações e, principalmente, de nós mesmos. Foi essa a conversa longa que tive com um amigo do peito no fim de uma madrugada que ameaçava chover.

Anúncios

2 Responses to “Vendo o sol raiar”


  1. 1 Tatiana 01/10/2008 às 8:26

    Todos nós passamos por essa fase de tempos em tempos. É a change que temos de nos tornar pessoas melhores ou piores….

    bjussss
    sds de tu

    Tati

  2. 2 Celine 30/09/2008 às 17:48

    Conversa com quem nos vê um pouco mais. Eu, minha amiga do peito.
    Minha amiga do peito, meu segundo eu.
    beijos


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ela…

Ela...

Trocas

e-mail



Mini blog



"A descoberta do Prozac criou um universo de eunucos felizes"

"É-nos impossível saber com segurança se Deus existe ou não existe. Por isso, só nos resta apostar. Se apostarmos que Deus não existe e ele existir, adeus vida eterna, Alô, danação! Se apostarmos que Deus existe e ele não existir, não faz a menor diferença, ficamos num zero a zero metafísico" Albert Camus

Visite:
wwwgeraldoiglesias.blogspot.com

""Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos."
Nelson Rodrigues

Tempo…

setembro 2008
S T Q Q S S D
« ago   out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

%d blogueiros gostam disto: