Outra Breve Explicação

Não adianta. Continuo completamente esquizofrênico também nos templates. Alguns deixam uma barra horizontal embaixo de forma que não se tem uma visão completa da página. Outros são isso, outros são aquilo. Para sumir com a maldita barra (eu, boçal, que não sei mexer em HTML) fico mudando a cara toda hora desse espaço. Ninguém nunca sabe se entrou no lugar certo ou errado (entrar onde rabisco é sempre uma opção erreda, a meu ver).

Anúncios

2 Responses to “Outra Breve Explicação”


  1. 1 Urban 28/07/2008 às 10:41

    oi G,
    depois de um longo inverno passando por aqui novamente… e não tive dificuldade em reconhecer o Pós Sobretudo, tem coisas aqui que são peculiares, como o desenho aí do lado, e o estilo de escreverdo dono.

    bjs
    ;-)

  2. 2 mara 25/07/2008 às 22:23

    Pra falar bem a verdade eu não estava entendendo nada… Porque de tanta mudança? …. mas enfim…. o blog é seu, então pode e deve mudar como quando e da forma que achar melhor né menino?! Ops, menino é “fala” da K…rsrs

    bjs e continue mudando…

    Mara


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ela…

Ela...

Trocas

e-mail



Mini blog



"A descoberta do Prozac criou um universo de eunucos felizes"

"É-nos impossível saber com segurança se Deus existe ou não existe. Por isso, só nos resta apostar. Se apostarmos que Deus não existe e ele existir, adeus vida eterna, Alô, danação! Se apostarmos que Deus existe e ele não existir, não faz a menor diferença, ficamos num zero a zero metafísico" Albert Camus

Visite:
wwwgeraldoiglesias.blogspot.com

""Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos."
Nelson Rodrigues

Do que se gosta?

  • Nenhum

Tempo…

julho 2008
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

%d blogueiros gostam disto: