O Fim do Rio de Janeiro

Sou espectador de um circo de horrores na cidade do Rio. Grupos armados, bandidos, arrastões, milícias tão perigosas quanto facínoras. Há um enorme desgoverno, uma enorme desconsideração com a população carioca bem como os turistas que buscam por aqui alguma paz. Há risco de sair à rua de dia ou de noite, de entrar em bancos, de tudo. Balas perdidas zunem ao nosso redor a qualquer hora, em qualquer bairro. Um descalabro. Uma vergonha o Rio de Janeiro com seu povo camarada, sua gente amena 

Anúncios

0 Responses to “O Fim do Rio de Janeiro”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ela…

Ela...

Trocas

e-mail



Mini blog



"A descoberta do Prozac criou um universo de eunucos felizes"

"É-nos impossível saber com segurança se Deus existe ou não existe. Por isso, só nos resta apostar. Se apostarmos que Deus não existe e ele existir, adeus vida eterna, Alô, danação! Se apostarmos que Deus existe e ele não existir, não faz a menor diferença, ficamos num zero a zero metafísico" Albert Camus

Visite:
wwwgeraldoiglesias.blogspot.com

""Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos."
Nelson Rodrigues

Tempo…

junho 2008
S T Q Q S S D
« maio   jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

%d blogueiros gostam disto: