VERGONHA

Não há mais o que escrever sobre a escandalosa epidemia de dengue no Rio de Janeiro. É uma vergonha. Governos municipais, estaduais e federal completamente acéfalos, completamente irresponsáveis. São verdadeiros assassinos! Todos os jornais, todos os editorialistas já escreveram tudo, não há nada mais a acrescentar. Só ojeriza pelos políticos. TODOS!

Anúncios

1 Response to “VERGONHA”


  1. 1 cochise 02/04/2008 às 12:34

    Tem mais a ver com o municipal que qualquer outro.
    E com a qustão de segurança. Como é que numa cidade onde vira e mexe os morros são fechados, é dado toque de recolher, em determinados lugares ninguém entra, como os agentes de saúde podem realizar o seu trabalho?
    Sei disso porque sou um agente de saúde. Não do rio, ainda bem.
    Como é que niterói do outro lado da bahia da guanabara não tem epidemia?
    Não é clima e nem com despreparo ou falta de eficiância do pograma de combate à dengue. É dificuldade em efetivar o rpograma.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ela…

Ela...

Trocas

e-mail



Mini blog



"A descoberta do Prozac criou um universo de eunucos felizes"

"É-nos impossível saber com segurança se Deus existe ou não existe. Por isso, só nos resta apostar. Se apostarmos que Deus não existe e ele existir, adeus vida eterna, Alô, danação! Se apostarmos que Deus existe e ele não existir, não faz a menor diferença, ficamos num zero a zero metafísico" Albert Camus

Visite:
wwwgeraldoiglesias.blogspot.com

""Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos."
Nelson Rodrigues

Tempo…

abril 2008
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

%d blogueiros gostam disto: