Avatar de mim simultaneamente? Pode?

Certo. É corrrer risco. Arriscar como quem anda na contra mão. Em Matrix deu certo, o problema é que perdi a noção (se é um tive um dia) se estou dentro ou fora da Matrix. Pílula vermelha ou azul? Dia desses eu dizia que desejava um oráculo que também me fizesse biscoitos, mas (acho que) sonhei algo agradável e assustador simultaneamente: meu oráculo sou eu mesmo. Como? Como se pode consultar um oráculo diante de expectativas e indefinições se, por fim, sou avatar de mim? Ainda que seja assim: estou dentro ou fora de um programa? Sou eu mesmo, meu avatar ou os dois são a mesma criatura (híbrida?). Certo. Não tenho respostas. Vou pensar chutando pedrinhas e caminhando na madrugada.

Anúncios

1 Response to “Avatar de mim simultaneamente? Pode?”


  1. 1 K. - incompletudes.wordpress.com 28/02/2008 às 2:17

    Crocodilo,

    Kastor mandou dizer que está saudoso das pedrinhas, digo, cartas.

    O Kastor delirante é meu oráculo, que faz biscoitos e outros comidinhas engordativas para a K. virar porpeta.

    Meu oráculo diz que se eu não fechar a boca, de K. (Kastor) vou virar PP. (Porquinha Porpetinha)…rs..

    beijo naquele que equilibra com os pés as pedrinhas da madrugada.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ela…

Ela...

Trocas

e-mail



Mini blog



"A descoberta do Prozac criou um universo de eunucos felizes"

"É-nos impossível saber com segurança se Deus existe ou não existe. Por isso, só nos resta apostar. Se apostarmos que Deus não existe e ele existir, adeus vida eterna, Alô, danação! Se apostarmos que Deus existe e ele não existir, não faz a menor diferença, ficamos num zero a zero metafísico" Albert Camus

Visite:
wwwgeraldoiglesias.blogspot.com

""Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos."
Nelson Rodrigues

Tempo…

fevereiro 2008
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  

%d blogueiros gostam disto: